Loading

Notícia

Tortuga | DSM realiza etapa do Tour de Confinamento no MS

Em 21 de setembro, o Tour DSM de Confinamento será realizado nas Fazendas Bela Vista e Pinheirão, em Ribas do Rio Pardo (MS). Esta é a terceira edição desta maratona de encontros técnicos organizados pela Tortuga | DSM, empresa referência em suplementos nutricionais para ruminantes, para mostrar aos participantes os resultados da aplicação de tecnologias no sistema de produção de bovinos em confinamento dos pontos de vista zootécnico e econômico e que geram uma arroba a mais por bovino confinado, em média.

Programação

Os participantes serão recepcionados às 8h com um café da manhã e, às 8h30, a abertura oficial ficará por conta do gerente nacional de confinamento, Marcos Baruselli, que fará uma apresentação institucional da DSM. Em seguida, o especialista Thiago Bernardino de Carvalho, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ligado à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade São Paulo (Esalq/USP), falará das “Perspectivas do mercado pecuário”.

Logo após, o consultor das Fazendas Pinheirão, o Prof. Wagner Garcia, fará a palestra “Alta eficiência na produção de bezerros precoces para confinamento”. Para encerrar, o assistente técnico e comercial (ATC) da empresa, Leandro Dossi, conduzirá os participantes para um tour pelas instalações da fazenda para mostrar os animais e os resultados das aplicações das tecnologias da Tortuga | DSM para a nutrição dos ruminantes confinados, com os ingredientes de alta tecnologia CRINA® e CRINA® RumiStarTM, antes do almoço.

Tecnologias que geram uma arroba a mais por animal confinado

O Tour DSM de Confinamento deste ano deve reunir mais de 2 mil pecuaristas em 14 eventos (12 etapas, mais abertura e encerramento) em nove Estados que estão entre as principais produtoras de gado de corte do País: São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Sergipe, Maranhão, Rio Grande do Sul e Paraná. Em todas as etapas, os especialistas da Tortuga | DSM serão apresentados resultados da aplicação de tecnologias que elevam o desempenho zootécnico dos animais e os índices econômicos da pecuária.

Para avaliar o desempenho econômico, os especialistas do Cepea/Esalq-USP avaliam a melhora dos níveis de rentabilidade com o uso das tecnologias. Para isso, consideram todas variáveis, como o custo da terra, do boi magro e da nutrição até a alta da receita pela produção de bois mais pesados e melhor acabados.

As tecnologias da Tortuga | DSM avaliadas são os suplementos Fosbovi® Confinamento com CRINA® e RumiStar™. “Os produtores ganham o equivalente a um animal a cada 18 bovinos confinados”, comenta o gerente de categoria Confinamento da empresa, Marcos Baruselli, que ressalta outros benefícios: melhor eficiência alimentar, redução das taxas de problemas gastrointestinais, como diarreias ou timpanismo; rápida adaptação dos animais; menor taxa de refugo de cocho; aumento do consumo de ração desde os primeiros dias de confinamento; eficiência na digestão; e menor incidência de animais com laminites e acidose. “São benefícios que se estendem para toda a cadeia da carne, partindo dos produtores, passando pela indústria frigorífica e chegando até aos consumidores”, reforça.

Os produtos da empresa para bovinos terminados em confinamento foram desenvolvidos a partir de novos conceitos em nutrição mineral e vitamínica e funcionam como uma equilibrada associação de macro e microminerais, incluindo o cromo orgânico, vitaminas lipossolúveis e hidrossolúveis (biotina) e aditivos naturais, como leveduras vivas (CRINA® e RumiStar™), aliados aos Minerais Tortuga.

O aditivo CRINA® é indicado para substituir o uso de antibióticos e ionóforos na ração de bovinos confinados, com vantagens na produtividade animal. O CRINA® não tem prazo de carência, não deixa resíduo na carne e não possui restrições no comércio mundial de carne bovina, sendo recomendado para confinadores que buscam segurança e incrementos de produtividade. O uso do RumiStar™ (enzima alfa amilase pura) proporciona uma melhor ambiência ruminal e reduz a excreção de amido nas fezes, proporcionando melhor eficiência alimentar e redução do custo de produção da arroba produzida no confinamento. RumiStar™ faz a hidrólise do amido no ambiente ruminal, transformando o amido em oligossacarídeos, melhorando todo o metabolismo energético do bovino confinado; produtos com RumiStar™ são indicados para confinadores que trabalham com altos teores de milho ou sorgo na dieta. (Mais informações sobre as tecnologias e agenda do Tour DSM de Confinamento em: www.furacaotortuga.com.br.)

Serviço: Tour DSM de Confinamento – Etapa Ribas do Rio Pardo (MS)

Data: 21/9, a partir das 8h

Local: Fazendas Bela Vista e Pinheirão, em Ribas do Rio Pardo (MS)

13/09/2017